Páginas

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Verona

Verona foi uma das cidades mais lindas que conheci em Itália! Apesar de ter sido uma curta visita, pois foi uma pausa que decidi fazer na viagem de carro entre Milão e Veneza, adorei realmente este "cantinho" e de uma forma tão especial que não consigo exprimir bem, pois as palavras parecem-me sempre insuficientes. Foi declarada Património da Humanidade pela UNESCO dada a sua estrutura urbana e arquitetónica.
 
Situada na região de Véneto, a nordeste de Itália, aconselho como paragem obrigatória para quem se queira apaixonar pela cidade conhecida como "a  cidade dos namorados", uma vez que serviu de pano de fundo ao romance de William Shakespeare "Romeu e Julieta". O rio Adige serpenteia pela cidade o que lhe confere uma atmosfera ainda mais romântica.
 
Dado a breve passagem, preocupei-me em conhecer melhor o centro da cidade. Estacionei o carro nos arredores, sendo o estacionamento pago em qualquer zona (o que ainda mais condicionou a minha passagem pela cidade pois o tempo estava bem contado) e caminhei ainda um pouco até chegar ao centro. A circulação automóvel nesta zona da cidade é condicionada.
A piazza Erbe é a zona central onde se encontra o mercado da cidade, antigo mercado de legumes mas que hoje em dia vende de tudo no que respeita a bens alimentares. Contudo, a meu ver a piazza Brá é mais inspiradora pois é um espaço animado e colorido que funciona como ponto de encontro entre os locais e onde os turistas também se concentram a apreciar a vida da cidade. Aqui encontramos vários cafés e bares com esplanadas exteriores agradáveis.
 
  
Mesmo ao seu lado encontramos a Arena de Verona, um anfiteatro romano, que é a terceira maior arena do mundo. Antigo palco de combate entre gladiadores, execuções e feiras, é hoje em dia local de eleição para a realização de vários espectáculos.


Vale a pena perdermo-nos a caminhar pelo centro da vila antiga, um espaço habitacional mas principalmente comercial, muito ao jeito da nossa baixa lisboeta, mas com uma vida mais animada e com construções térreas ou de poucos andares. Atenção que o movimento aqui é considerável!


Chegada à Via Cappello era hora de conhecer a "Casa di Giulietta"! Aqui vemos concentrada uma grande multidão pois é um ponto turístico de eleição desta cidade. A entrada para o hall da Casa de Julieta é feita por um curto túnel tornado num mural totalmente preenchido por recados e mensagens de amor, escritas a caneta ou marcador, tal e qual como podemos ver no filme "Cartas para Julieta". Ao fundo escontra-se uma estátua em bronze da Julieta. A entrada para o interior da casa é paga.





E foi mesmo nestas ruas que me perdi a noção do tempo e me deixei embalar na envolvência desta cidade. Infelizmente não consegui explorar melhor alguns dos seus monumentos que queria ver melhor, tal como o Castelvecchio, a Igreja de San Zeno Maggiore e o Duomo (a Catedral de Verona Santa Maria Matricolare) e ainda hoje não me perdoo... Mas para além de ter o parquímetro a contar tinha ainda de prosseguir viagem em direcção a Veneza. Verona ficou assim na minha lista de locais a repetir quando regressar a Itália, o que não tenho dúvida que irá acontecer :)

Uma dica: antes de irem a Verona dêem uma espreitadela no site oficial de turismo: http://www.comune.verona.it Este tem informações  muito úteis sobre a cidade. À semelhança de outras cidades italianas, Verona também tem a possibilidade do turista adquirir o "Verona Card" cujas opções dão de 2 e de 5 dias, pelo preço, respectivamente, de 15 e 20euros. Com ele o turista tem a possibilidade de entrar em várias igrejas, monumentos e museus da cidade, sem pagar nada mais. Pode ser adquirido nestes mesmos locais ou em outros postos de venda oficiais.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Ano Novo, novas viagens!

Queridos Viajantes
 
O ano de 2013 já se instalou e com ele muito trabalho, muito cansaço e pouco, muito pouco, tempo livre. Infelizmente temos estado ausentes demais do nosso blogue, mas realmente tem sido muito complicado ter um intervalo em que possamos sentar-nos ao computador e, com calma, continuar a escrever sobre as nossas viagens. À Marta que já nos tinha questionado para quando um novo post e a todos vós as nossas mais sinceras desculpas!
Apesar de hoje ainda não ser o dia em que vou partilhar convosco uma nova aventura, venho anunciar-vos que vou conseguir concretizar mais uma viagem de sonho, ainda este ano: sim, vou mesmo ao Perú! É realmente verdade, se bem que até chegar o dia em que lá vou aterrar, ainda penso que tudo não passa mesmo de um sonho! A civilização Inca e a beleza deste país da América do Sul que me aguardem :) Será em Abril que tudo vai acontecer e acredito que serão 15 dias inesquecíveis. Por isso, estas últimas semanas têm sido um verdadeiro stress também no que toca à organização desta viagem, mas finalmente está tudo a ficar mais orientado. O seguro de viagem está feito, todos os voos estão marcados (nacionais e internacionais), o itinerário traçado e a agência do Perú com quem vou articular está escolhida (ainda estive a trocar emails com várias, inclusivamente com algumas em português o que foi uma boa surpresa)! A parte mais dolorosa também já foi... a do pagamento! Mesmo assim parece-me que consegui uma óptima relação qualidade/preço, mas claro, isto apenas e após muita negociação com a tal agência, sendo que os valores ficaram bem mais em conta, comparativamente com os inicialmente apresentados. Quando regressar claro que vos vou descrever, em pormenor, esta aventura! Desde a capital Lima, ao sobrevoo das famosas linhas de Nazca, à passagem pelo património da UNESCO Arequipa, pelo Canion de Colca e Cruz de Condor, a visita a Puno e ao conhecido Lago Titicaca e suas ilhas flutuantes - o lago situado a maior altitude no mundo - a paragem obrigatória em Cuzco e seus arredores (com visita a Machu Picchu claro, que para quem não saiba já tem um número limitado de visitas diárias, de forma a manter a sua conservação) e, por fim, estadia num Lodge em Puerto Maldonado, em plena Amazónia e bem perto da vida selvagem. As várias transições vão ser feitas de autocarro, comboio e avião o que  dará para conhecer ainda mais a beleza natural deste país. Ficaram curiosos?
 
Até lá prometo que vou esforçar-me por tentar ser mais assídua neste nosso espaço :)
 
Boas Viagens :)