Páginas

domingo, 28 de abril de 2013

El Nido - Filipinas

Apesar de ter conhecido apenas uma amostra das Filipinas, arrisco-me a dizer que não poderão encontrar nada melhor que El Nido! É simplesmente lindíssimo! E tem quase tanto de bonito, quanto de dificil de atingir. Para se lá chegar precisam de apanhar um voo de Manila para Puerto Princesa, capital da ilha Palawan, com a duração de uma hora e quinze minutos. Conseguem comprar bilhetes de ida e volta por um preço bastante razoável (cerca de 50 euros). Nas Filipinas há muita oferta de voos em companhias low cost e compram-se voos baratos com bastante facilidade e pouca antecedência.

El Nido fica no extremo norte da ilha, a 240 km de Puerto Princesa, cuja distância se faz em cerca de 5 a 6 horas de Van. As estradas são más e têm de ser feitas a pouca velocidade. Na altura em que estive lá, andavam a melhorar um bom troço de estrada. Existem uns autocarros (RORO), com ar condicionado e bastante confortáveis, que fazem o percurso  por 485 pesos filipinos. A única desvantagem são as várias e longas paragens pelo caminho, que se traduzem em pelo menos 7 horas de viagem. Podem optar por contratar uma Van privada, o que torna a viagem mais rápida e confortável. Além disso, podem fazer as paragens que quiserem e quando quiserem. 

Não é necessário tratar disso com antecedência, à chegada ao aeroporto há muita oferta e é só uma questão de negociar um bom preço. Há várias empresas e os preços andam à volta de 600 pesos por pessoa. No entanto, na zona de fora do aeroporto é possível contratar Vans independentes por um preço mais baixo.
A cidade de Puerto Princesa não tem nada de especial. Se não quiserem perder tempo na capital, aconselho-vos a apanharem um voo de manhã cedo em Manila, para terem tempo de fazer o percurso de Van até EL Nido, no próprio dia e com luz natural. É uma viagem engraçada, permite-nos conhecer as Filipinas no seu estado mais natural e profundo. Sugiro que parem duas ou três vezes pelo caminho e percam alguns minutos a apreciar a paisagem, as casas, as pessoas... As condições de vida neste sítio são bastante diferentes das nossas, o que não deixa de ser chocante e ao mesmo tempo emocionante, de observar.

Ao chegar a El Nido, as primeiras imagens da baía deixam-nos adivinhar a beleza inigualável deste sítio! Posso compará-lo a Krabi, na Tailândia e à Baía de Ha Long, no Vietname, onde os penhascos parecem nascer dentro de água, tal como aqui. A principal diferença, que me faz preferir este sítio, é que é muito menos explorado turisticamente e muito mais natural. Nos outros, já se vai sentindo o peso do turismo massificado.




















A cidade de El Nido fica numa baía, onde se concentra a maior parte dos hotéis e restaurantes. É daqui também que partem os barcos que fazem os passeios pelas ilhas. A cidade é pequena e ainda pouco desenvolvida, o que do meu ponto de vista dá um certo encanto a este local. 
Apesar da praia não ser particularmente bonita, acho preferível ficar hospedado aqui, em vez de noutras praias mais distantes da cidade. Não existem hotéis de luxo neste local e são poucos os hotéis considerados bons, pelo que convém reservarem dormida com alguma antecedência se não se quiserem sujeitar... 
Numa das pontas da baía, fica o El Nido Beach Hotel, com a maioria dos quartos virados para o mar. Os quartos são modernos e confortáveis, têm ar condicionado, televisão e frigorífico. Tem uma boa relação qualidade/preço e tem a vantagem de se situar numa zona mais calma da praia.
Existem vários restaurantes espalhados pela praia, onde se comem uns petiscos óptimos e se bebem uns cocktails deliciosos, enquanto se aprecia o pôr do sol.


Se quiserem deslocar-se a outras praias, o melhor meio de transporte são os táxis locais - uma mota adaptada e bastante original.


Recomendo a praia das Cabanas, que deve ser uma das mais bonitas da região. Tem uma extensão enorme de areia branca, repleta de palmeiras que parecem ter sido estrategicamente colocadas. Localiza-se a 3 Km a sul de El Nido e qualquer táxi vos leva lá. Aproveitem para marcar logo, com o mesmo taxista, a hora de regresso e ele de certeza estará lá. 



Existem quatro passeios de barco que fazem percursos diferentes pelas variadas ilhas existentes na região de El Nido. Ao longo da rua principal vão encontrar várias agências, onde podem marcar passeios que eles denominam de A, B, C e D. Se a memória não me falha, os mais interessantes são o B e o C. Todos eles partem por volta das 9H da manhã e terminam às 15h. Se eu pudesse, e depois de ter visto o que vi, teria feito dois ou três deles. Se tiverem pouco tempo ou não quiserem gastar dinheiro em dois passeios diferentes, há a possibilidade de fazer no mesmo dia uma junção de dois: começam o passeio mais cedo e terminam mais tarde, visitando os melhores sítios de ambos. O preço é ligeiramente mais caro do que se escolherem apenas um, mas compensa. 

Em geral, as diversas agências fazem preços muito idênticos. Varia uns 100 pesos se tanto e pode ou não incluir o material de snorkeling, o almoço e bebidas. Aqui ficam algumas fotos dos locais que podem visitar durante estes passeios. Desde praias desertas e idílicas, passando por lagoas completamente rodeadas por penhascos, terminando num mar com um contraste de cores como nunca vi... 






Foi aqui, nesta praia que parece ter sido tirada de um filme, que almoçámos um peixe grelhado com arroz e salada, que estava divinal.
















Este foi um dos locais que mais gostei até hoje. Lamento não ter passado mais tempo aqui e não ter explorado melhor a região de El Nido. Fiquei com muita vontade de lá voltar e vou fazer os possíveis para que isso aconteça um dia.




Sem comentários:

Enviar um comentário